Homem é preso com carro roubado e produtos furtados da Secretaria de Saúde de Angelândia

PUBLICIDADE

Homem é preso com carro roubado e produtos furtados da Secretaria de Saúde de Angelândia


Um homem de 32 anos, foi preso na manhã dessa quarta-feira (30 de outubro), em posse de um carro roubado e de produtos furtados da Secretaria de Saúde de Angelândia, além de outros matérias que o mesmo havia furtado numa mercearia em Capelinha.
Após receberen uma denúncia anônima via 190, informando sobre um veículo abandonado em atitudes suspeitas, militares compareceram até o Bairro Vista Alegre em Capelinha e localizaram o automóvel VW/VOYAGE, sendo constatado que no interior do veículo haviam dois computadores dentre outros materiais que haviam sido furtados na Secretaria de Saúde de Angelândia, sendo que o furto ainda não havia sido detectado no local.
Segundo os militares, durante as diligências, foram avistados dois
indivíduos que ao perceberem a presença policial, evadiram, no entanto o autor E.R de 32 anos, foi localizado e preso, entretanto o seu comparsa conseguiu fugir não sendo localizado até a publicação dessa matéria.
Na residência de E.R, os militares localizaram vários outros produtos que haviam sido furtados, em data anterior, em uma mercearia em Capelinha. O autor relatou que, quem repassou tais produtos encontrados em sua casa foi W.R.S., 20 anos.
Ainda segundo os militares, durante a ação, compareceu ao quartel o senhor J.R.S.na 54 anos, o qual relatou que o veículo que havia sido utilizado pelos autores, é de sua propriedade e que o mesmo havia sido furtado.
Diante dos fatos, o veículo foi removido ao pátio credenciado, os
materiais recuperados foram encaminhados à Delegacia de Polícia Civil assim como o autor que foi preso.
Ressalta-se a importância da participação popular quanto à denúncia anônima, seja via 190 ou 181, pois nesse caso, foi primordial para que a Polícia Militar tomasse conhecimento da localização do veículo suspeito e lograsse êxito na apreensão de tal veículo que havia sido furtado em data anterior e ainda não havia sido registrado o REDS, e dos computadores que foram apreendidos antes mesmo que se tomasse conhecimento que haviam sido furtados em Angelândia, bem como na prisão de um dos autores.



Postar um comentário

0 Comentários