Deus é o nosso refúgio em tempos difíceis - Rádio Gospel

PUBLICIDADE

LightBlog

Últimas Notícias

Deus é o nosso refúgio em tempos difíceis

“Perto está o Senhor dos que têm o coração quebrantado e salva os de espírito oprimido” (Salmos 34:18).
Todos nós passamos por tempos difíceis. Há dias em que o céu parece estar mais nublado. São momentos de dor, de perda, de perseguições, injustiças, temores, inseguranças, etc. São situações que tentam nos abater. No entanto, a Bíblia diz que o Senhor está perto dos que tem o coração quebrantado e nos socorre quando nos sentimos oprimidos. Ela diz que Deus é o nosso refúgio e fortaleza, socorro bem presente na hora da angústia (Salmos 46:10), e que Deus é o alto refúgio para o oprimido em tempos de angústia (Salmos 9:9).
Mas para que serve a fortaleza, senão para a hora da guerra? Para que serve o refúgio, senão para o momento de perigo? Para que serve o socorro, senão para a hora da necessidade? Ou seja, estamos no mundo, sujeitos a passar por situações difíceis. Não há como fugir dessa realidade, e foi o próprio Jesus quem afirmou que nesta vida teríamos aflições, mas devemos ter bom ânimo porque Ele venceu este mundo (João 16.33). Todos os dias nós temos uma escolha a fazer: ou escolhemos “alimentar” a tristeza, dando lugar ao desespero, ou vamos nos refugiar no Senhor. Se alguém escolhe a primeira opção, oferece um “prato cheio” para Satanás, que sempre tenta nos oprimir para que não vivamos a alegria do Senhor.
Por outro lado, quando entendemos que Deus é o nosso refúgio, corremos para Ele, e Ele nos acolhe. Os braços do nosso Pai celestial estão estendidos para nós. Podemos chorar em Seu colo, contar o que está nos afligindo, abrir o coração e receber Seu consolo e paz. É o que o salmista declarou: “Tem misericórdia de mim, ó Deus, tem misericórdia, pois em Ti a minha alma se refugia; à sombra das Tuas asas me abrigo, até que passem as calamidades” (Salmo 57:1). Por isso, não desanime e tente encontrar abrigo e desfrutar da presença de Deus em todos os momentos da sua vida.    

Nenhum comentário